Biologia Celular e Molecular - IOC

Programa de pós-graduação stricto sensu em biologia celular e molecular

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Início do conteúdo

11/12/2017

Estudantes e orientadores recebem o Prêmio Capes de Teses, em Brasília


Duas teses de doutorado desenvolvidas no Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) receberam, em cerimônia realizada em Brasília, na noite do dia 07/12, o Prêmio Capes de Teses 2017, oferecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ministério da Educação (Capes/MEC). A tese do biólogo Raphael Tavares da Silva, defendida na Pós-graduação em Biologia Computacional e Sistemas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), foi contemplada com a premiação na categoria Interdisciplinar. O trabalho enfocou o processo molecular denominado 'splicing alternativo', no qual diferentes proteínas podem ser produzidas por um mesmo gene. Este processo tem a capacidade de ampliar a variedade de proteínas produzidas pelo organismo, podendo afetar aproximadamente 90% dos genes humanos. O estudo foi orientado por Fabio Passetti, que atuava no Laboratório de Genômica Funcional e Bioinformática do IOC e atualmente está vinculado ao Instituto Carlos Chagas (Fiocruz-Paraná), e Nicole de Miranda Scherer, do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Esta é a primeira conquista da Pós-graduação em Biologia Computacional e Sistemas na premiação. 
 Raphael Tavares e Fabio Passeti recebem os cumprimentos do presidente da Capes, Abilio Baeta, durante a cerimônia de premiação. Foto: Capes/MEC

Também foi contemplado o trabalho sobre novas terapias para a doença de Chagas da bióloga Francisca Hildemagna, da Pós-graduação em Biologia Parasitária, que recebeu menção honrosa na categoria Ciências Biológicas III. O estudo foi orientado pela pesquisadora Maria de Nazaré Correia Soeiro, chefe do Laboratório de Biologia Celular do IOC. 

 A orientadora Nazaré Soeiro (à esquerda) e a recém-doutora Francisca Hildemagna, autora de tese reconhecida com menção honrosa. Acervo pessoal

Os trabalhos reconhecidos com o Prêmio Capes de Teses também foram destaques do Prêmio Anual IOC de Teses Alexandre Peixoto 2017, que reconhece as melhores teses desenvolvidas pelos mais novos doutores dos Programas de Pós-graduação Stricto sensu do IOC. 

Para mais informações sobre os projetos contemplados, clique aqui.

08/12/2017
Permitida a reprodução sem fins lucrativos do texto desde que citada a fonte (Comunicação / Instituto Oswaldo Cruz)

Voltar ao topoVoltar